Como fazer uma boa prova

29/06/2017 15:44 | Vestibular
 

O momento mais aguardado de todo aluno é a hora de fazer uma prova. Seja do colégio, um simulado ou exame do Vestibular, este é o período que o aluno tem para mostrar seu conhecimento e alcançar o objetivo de seus estudos. Porém, fazer uma boa prova pode ser um desafio. Além disso, existem diferentes tipos.


As avaliações abertas, por exemplo, podem ser bastante extensas e atualmente seguem um modelo de prova mais lógica, exigindo bastante atenção e interpretação de texto do aluno. Já as provas fechadas, o modelo de múltipla escolha, demanda além do raciocínio, uma atenção redobrada para não cair em  alguma “pegadinha” que induza a resposta incorreta. Por fim, atualmente alguns processos seletivos e avaliações em sala de aula incluem as redações. Se você quer dicas para escrever uma redação incrível, acesse esse texto do nosso blog.


Como fazer uma boa prova? Cada um encontrará a melhor forma de aprender com seu potencial máximo, porém algumas orientações podem ajudar um aluno a, justamente, alcançar o seu melhor. Confira as orientações do CAVE:


Atenção às instruções da prova

Imagem

Antes de começar uma prova, principalmente as oficiais, leia cuidadosamente as instruções. Os cadernos de prova de Vestibular, por exemplo, geralmente têm uma folha de rosto com as formas corretas de preenchimento e execução da prova. Leia atentamente estas orientações para não ter nenhuma questão ou até mesmo a prova em sua totalidade anulada.


Tenha segurança sobre o modelo de prova que está sendo feito para dominar o teste!


Atenção ao conteúdo das provas e questões

Imagem

Num esforço de elevar o nível de exigência e qualidade, cada vez mais, as avaliações ganharam um caráter interpretativo e lógico, sem a famosa “decoreba”. Assim, as questões ficaram mais complexas e completas. Para aumentar suas chances de acerto, leia atentamente o conteúdo da prova e questão. Se o teste for curto, você pode ler a prova toda ou pelo menos uma de suas partes antes de começar a responder.


Para provas mais longas, será mais fácil ler questão por questão de forma integral. Porém, tente apreender o máximo do enunciado, pois uma questão pode auxiliar na resolução de outras.


Contra o tempo?

Imagem

As provas possuem tempo limitado para serem feitas. Ele pode ser seu pior inimigo ou um de seus aliados. Procure usá-lo a seu favor! Organize-se para resolver as questões de forma que o tempo gasto seja o mais equilibrado possível e de acordo com suas necessidades. É natural demorar mais em questões mais longas ou naquelas que você tem mais dificuldade.


O cenário de conclusão da prova deve se adaptar às suas necessidades, às suas fraquezas e às suas forças. Procure se informar antes sobre as regras da prova, assim como fez com as instruções.


Cuidado com as questões dissertativas


Imagem


Como dissemos anteriormente, as provas estão mais lógicas e interpretativas. Isso tem grande peso para as questões dissertativas, pois o desafio é duplo: entender a questão e respondê-la com suas palavras de forma coerente à pergunta e às suas ideias.


Leia atentamente as questões dissertativas e lembre-se da regra da argumentação: faça uma boa introdução, desenvolvimento e conclusão. Garantindo os três pontos, sua resposta estará no mínimo inteligível.


Cuidado também com as questões objetivas

Imagem

Uma atenção diferente, mas não menos importante, deve ser dedicada às questões objetivas ou fechadas. O enunciado pode auxiliar muito a achar a resposta.


Se para construir a resposta de uma questão dissertativa você pode seguir a regra do começo, meio e fim, para marcar a opção correta de uma questão objetiva você pode usar a regra da eliminação, isso se tiver dificuldade em escolher aquela que parece correta. O ideal é que você saiba a resposta certa e não precise chutar, mas o velho truque da eliminação pode ser de grande ajuda.


Mantenha a calma

Imagem

Uma prova envolve agitação emocional, até porque ela é muito importante, representando notas, provação de conhecimentos pessoais ou até uma vaga na faculdade. Quando você se preparar para uma prova, estudando, se informando sobre o formato do teste e outros detalhes, não se esqueça de cuidar do seu lado emocional, sua autoconfiança e seu preparo para enfrentar desafios.


Corpo e mente sãos te darão mais chances de conquistar o seu objetivo através da prova que está fazendo.


Para fazer uma boa prova, valorize os seus estudos

Imagem

Não há orientação mais preciosa que essa: dê atenção máxima aos estudos. Tudo que falamos acima pode te ajudar a fazer uma boa prova, mas se você não se dedicar, as chances de sucesso diminuem. O que te ajuda mais a fazer uma boa prova é estudar. Veja os posts que fizemos sobre como montar um plano de estudos e sobre os métodos para melhorar a memória para as provas de vestibular.



Imagem