Gabarito comentado ENEM 2018 – 04/11/2018

 

 

Nossos professores passaram a noite de domingo corrigindo os quatro cadernos de provas do primeiro dia do Enem para trazer até você um gabarito completo comentado!

A próxima prova acontece domingo que vem, dia 11, às 13h. Prepare-se!

Confira o gabarito e também os comentários logo abaixo:

 

A seguir os comentários e observações de cada prova, para preparar você para a próxima etapa:

Prova de Inglês

Esse ano, a prova de Inglês tem destaque para questões bem definidas das habilidades que exigem do candidato conhecimento de vocabulário, conhecimento cultural e linguístico da segunda língua, sem deixar de lado, é claro, a sua habilidade de interpretar textos em uma língua estrangeira.
Percebe-se que, mesmo na prova de línguas, o ENEM exige dos candidatos conhecimentos acadêmicos e gerais, utilizando questões elaboradas com conteúdo interdisciplinar como forma de testar o conhecimento de outras disciplinas.
Um exemplo disso é a questão que traz um trecho do romance (histórico e político) “1984” de George Orwell, que fala sobre o “Estado Totalitário” (dando uma cutucada na atual situação política do país) e o perigo de um governo assim. Se o candidato “manda bem” em História, conseguirá facilmente responder à questão.
Enfim, a prova de Inglês do ENEM 2018 apresenta questões de nível fácil e intermediário. O candidato bem preparado consegue gabaritar a prova.

 

Prova de Espanhol

A prova de Espanhol apresentou temas atuais referentes as manifestações, corrupção e ações solidárias. Mais uma vez chamou a atenção sobre a importância do ensino de língua estrangeira nas escolas regulares e utilizou novamente trechos de obras literárias de grandes escritores, como Gabriel Garcia Márquez.
Foi uma prova de nível fácil/intermediário que exigiu bom entendimento dos textos apresentados.
O aluno bem informado e preparado conseguiu obter um bom resultado.

 

Prova de Ciências Humanas

A prova de Ciências Humanas, no que se refere aos conteúdos de Sociologia e de Geografia, apresentou alto nível de elaboração das questões, provocando atenção redobrada dos candidatos. Apesar da sensação plena de pertencimento aos conteúdos programáticos, a prova se mostrou bem mais complexa que de anos anteriores. A grande presença da geografia física na prova do ano anterior não se repetiu nesta. Merece um destaque positivo a presença da Geografia política, situação pouco comum às provas do ENEM. Destaque também à qualidade de várias questões, como a que se refere a fronteiras e segregação, a que tratou da desterritorialização, a que se refere a terras férteis, disponibilidade de rotas e dominação política, e a que relaciona a questão demográfica com espaço nacional (conflito Israel-Palestina). Por fim, a prova se apresentou extremamente seletiva.
O conteúdo de História do ENEM 2018 não apresentou grandes surpresas quantos aos temas avaliados.
Os textos muito bem escolhidos, utilizando autores bastante conhecidos como TODOROV, em História da América.
Como em anos anteriores, houve um predomínio de História do Brasil e questões que valorizaram sociedade, cultura, política e economia, sempre procurando avaliar a capacidade de crítica dos candidatos.
As questões de Filosofia abordaram autores clássicos e a temática geral foi em torno da construção do conhecimento.
Consideramos que o nível de exigência da prova foi médio para difícil.

 

Prova de Linguagens

A prova de Linguagens do ENEM de 2018 contempla as competências e habilidades da matriz de referência proposta pelo INEP. Contudo, surpreende-nos no elevado número de questões com alto grau de dificuldade, ainda que isso esteja, sobretudo, associado à má construção de alguns enunciados e/ou alternativas. Para os participantes, tal estrutura avaliativa pode ter gerado angústia excessiva, já que, mesmo familiarizados com a matéria, podem ter encontrado dificuldades para resolver a contento grande número de questões cujas habilidades e competências exigidas dominavam. Gostaríamos de salientar que não nos sentimos confortáveis para marcar alternativa correta em duas questões sinalizadas com asterisco. Não acreditamos que haja resposta satisfatória entre as alternativas propostas. Também é interessante ressaltar desatenção na elaboração da prova, já que a questão de número 32 traz na alternativa E um descuido inadmissível com a ortografia da palavra “espectador” que aparece com “x”.

 

E aí, o que achou das provas? De acordo com nosso gabarito,você foi bem?

Vejo você na semana que vem.